Dirigente diz que arrecadação supera R$ 200 bilhões ao mês
01/04/2019
Portal que mostra em tempo real sobre a quantidade de impostos recolhida já ultrapassa R$ 620 bilhões em três meses
Ao acompanhar a performance do placar eletrônico que mostra a quantidade de impostos pagos pelo contribuinte, seja nas esferas federal, estadual ou municipal, o vice presidente da diretoria da Associação Comercial e Industrial de Bastos (ACIB), Celso Roberto Gomes, mostrou-se surpreso com a média atingida de mais de R$ 200 bilhões ao mês, o que faz acreditar que este ano será aproximadamente R$ 1,5 trilhão arrecadado pelos governos. “Um valor elevadíssimo pela qualidade do serviço público oferecido”, disse o dirigente ao observar o valor superior de R$ 620 bilhões já sinalizado no “impostômetro”, criado para mensurar a quantidade de impostos recolhidos pelos governos de forma imediata. “São necessários 153 dias de trabalho para pagar os encargos somente para os governos”, disse o dirigente bastense um pouco surpreso com a quantidade de dinheiro recolhida.
Com mais de R$ 620 bilhões arrecadados, esse valor pode ser comparado a compra de mais de 1.438.320,00 cestas básicas; ou então guardar esse dinheiro em 206 containers de 20 pés cada; seriam 10 salários mínimos por mês, em 5,5 bilhões de anos; ou 3,6 bilhões de juros por mês; entre outras infinidades com tanto dinheiro recolhido. “É importante que a população tenha noção da quantidade que os governos recolhem, e comparem com o serviço que é oferecido para a população”, disse o vice presidente da associação comercial de Bastos ao mostrar-se indignado pela má gestão. “Esse dinheirão todo renderia mais de R$ 84 mil por minuto”, falou surpreso.
Segundo Celso Roberto Gomes a cidade de São Paulo representa 37% do total recolhido, o que confirma ser o Estado da Federação que mais recolhe imposto, porque produz mais. “São mais de 7,9 bilhões recolhidos, o que reforça a condição de Estado mais rico da nação”, numerou o vice presidente ao observar o portal: www.impostometro.com.br onde é possível em tempo real acompanhar a quantidade de impostos recolhidos. Até o dia 29 de março a cidade de Bastos havia arrecadado, dentro do impostômetro, R$ 1,3 milhão dentre os tributos: federal, estadual e municipal. “Seria preciso investimentos melhores nas áreas básicas de saúde, educação e segurança”, falou o dirigente bastense ao lembrar que o empresariado não é contra o pagamento e sim a gestão correto do dinheiro arrecadado. “Infelizmente as notícias sobre desvios, corrupção e gasto desnecessário desanima qualquer um”, falou.
O Impostômetro foi implantado em 2005 pela Associação Comercial de São Paulo para conscientizar os brasileiros sobre a alta carga tributária e incentivá-los a cobrar os governos por serviços públicos de maior qualidade. Está localizado na sede da ACSP, na Rua Boa Vista, centro da capital paulista. Outros municípios e capitais se espelharam na iniciativa e instalaram seus painéis. No portal www.impostometro.com.br é possível visualizar valores arrecadados por período, estado, município e categoria.
FOTOS
ACIB ASSOCIADOS BENEFÍCIOS CALENDÁRIO EVENTOS NOTÍCIAS CONTATO
Copyright © | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS