Associação Comercial quer promover empresas ativas
02/04/2020
Alessandra de Oliveira Segura Pereira, da associação comercial de Bastos, quer mostrar as empresas em atividades
Com o objetivo de promover as empresas que estão liberadas pelo Decreto Estadual nº 64881/2020 nesta “quarentena” diante da pandemia do Covid-19, a Associação Comercial e Industrial de Bastos está proporcionando aos associados a oportunidade de divulgar o sistema de entrega, sendo através do entregador (Delivery) ou através da retirada no local (Drive Tru). “A ideia é fazer com que a população tenha um local centralizado em que possa saber quais empresas e quais produtos podem ser adquirido neste confinamento doméstico”, disse o presidente da associação comercial bastense, Celso Roberto Gomes, que pretende desenvolver uma série de atividades neste sentido. “A partir do momento que as empresas se manifestarem, faremos a divulgação utilizando os meios de comunicação que dispomos”, explicou ao lembrar que tudo isso será realizado de forma gratuita.
 
De acordo com Alessandra de Oliveira Segura Pereira, gerente administrativa da associação comercial em Bastos, o empresário associado interessado deve entrar em contato com a secretaria da entidade e passar os produtos que disponibiliza e a forma de retirada. “Vamos criar uma mensagem (post) eletrônico que será inserido nas mídias sociais da associação comercial, seja no Facebook ou no Instagram”, explicou a dirigente ao lembrar da necessidade do empresário entrar em contato através do número telefônico: (14) 3478-1020 ou então pelo número (14) 99880-0969. “A partir do número de empresas envolvidas vamos desenvolver a divulgação de forma coletiva e individual”, comentou a dirigente que considera ser uma excelente oportunidade para as empresas que ainda não tem acesso as mídias sociais. “Não faremos transação comercial, e sim, apenas divulgação”, esclareceu a gerente administrativa que já iniciou a atividade com algumas empresas da cidade.
 
Apesar da proibição de abertura da maioria das empresas do comércio varejista em todo o Estado de São Paulo, algumas empresas estão liberadas, como são os casos de: farmácias, drogarias, supermercados, açougues, peixarias, mercearias, hortifrutigranjeiros, quitandas, padarias, verdurões, lojas de conveniência, clínicas veterinárias, lojas de suprimento animal, distribuidoras de gás, lojas de venda de água mineral, postos de combustíveis, instituições financeiras e cooperativas de crédito, serviços de saúde, assistência médica e hospitalar, oficinas mecânicas, auto elétrica, serviços de guincho e lojas de material para construção. “Todas esses locais devem respeitar os critérios de abertura, para evitar aglomerações e grande movimentação de pessoas”, disse o presidente ao mostrar a abertura parcial do comércio em geral na cidade de Bastos.
 
Dentro do processo de divulgação, a Associação Comercial e Industrial de Bastos está divulgando as medidas de prevenção para os estabelecimentos autorizados ao atendimento presencial. São 7 itens: Intensificar as ações de limpeza, disponibilizar álcool gel, divulgar informações sobre o Covid-19, limitar o acesso dos clientes com distância mínima de 2 metros, higienizar o local a cada 3 horas, respeitar a distância no atendimento e proibir o consumo de alimentos e bebidas no local. “Nesta época de pandemia todo o cuidado é pouco”, falou Celso Roberto Gomes. “E para o varejo a criatividade fará a diferença”, frisou ao defender a atividade comercial dentro das regras estabelecidas pelo Governo do Estado de São Paulo.

FOTOS
ACIB ASSOCIADOS BENEFÍCIOS CALENDÁRIO EVENTOS NOTÍCIAS CONTATO
Copyright © | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS