Mulheres Empreendedoras homenageadas em Bastos
04/03/2020
José Claudio Caldeira, presidente da associação comercial de Bastos, acredita num bom público sábado, na sede da entidade
Visando a celebração do Dia Internacional da Mulher, comemorada mundialmente no dia 8 de Março, a Associação Comercial e Industrial de Bastos, realizada na sede da entidade, palestra com Natali Batista Conrado Jorge, no sábado, dia 07, a partir das 7h30, no auditório Takami Shibata, numa atividade envolvendo as integrantes do Conselho da Mulher Empreendedora local. “Uma data importante, de grande significado, que não poderia passar em branco, ainda mais com a criação do nosso conselho”, disse o presidente da entidade, José Claudio Caldeira, ao programar a atividade comemorativa com este café da manhã empresarial. “Será uma excelente oportunidade em realçar as conquistas da mulher, principalmente no campo empreendedor”, reforçou o dirigente.
 
De acordo com Alessandra de Oliveira Segura Pereira, gerente administrativa da associação comercial bastense, o evento é voltado para mulheres empreendedoras associadas e esposas de empresários que fazem parte do quadro associativo da entidade. “Uma forma de envolvermos e valorizarmos os nossos associados”, justificou a dirigente que acompanha todas as atividades do Conselho da Mulher Empreendedora da associação comercial de Bastos. “Tenho a absoluta certeza de que as mulheres vão se surpreender com a quantidade de informação que a Natali nos trará, diante do tanto que as mulheres já conquistaram”, disse em tom de grande expectativa.
 
Com o tema: “Mulher Empreendedora e seus desafios”, a expositora terá oportunidade de apresentar uma série de situações que as mulheres enfrentaram até chegarem onde estão atualmente, no mundo empreendedor. “Uma pesquisa realizada por um instituto norte-americano mostrou que o número de mulheres empreendedoras que desejam crescer 50% e empregar, no mínimo, 10 funcionários nos próximos cinco anos, cresceu 7% em uma escala global”, disse José Claudio Caldeira, ao enxergar na mulher um excelente público de potencial para a associação comercial. “Mas, para que esse sonho vire realidade, elas enfrentam barreiras sociais e econômicas, fazendo com que o caminho para o sucesso seja ainda mais desafiador”, reconhece o dirigente ao valorizar a presença da mulher no varejo em geral.
 
Nos últimos anos o número de mulheres que começaram a empreender cresceu muito, tanto no Brasil como em outros países. Atualmente cerca de 30% de todos os negócios privados do mundo são operados ou têm como idealizador uma mulher. Esse dado seria promissor, se não fosse por um fato: apenas uma pequena parcela dessas organizações consegue ser considerada de alto impacto. Nos Estados Unidos, por exemplo, apenas 2% das empresas lideradas por mulheres geram mais de US$ 1 milhão em receitas anuais. E um estudo com empresas norte-americanas conseguiu identificar uma das causas: investimento desigual por parte de instituições financeiras. Menos de 10% das empresas lideradas por mulheres recebe investimento externo. Estimativas demonstraram que, se essas mesmas organizações recebessem uma ajuda financeira igual às dos negócios dirigidos por homens, seis milhões de empregos seriam gerados em apenas cinco anos. “O que demonstra que a mulher cresceu muito no mercado de trabalho, e tem muito a crescer pela frente”, prevê o dirigente da associação comercial que espera a presença de um bom público de associadas, e as que não forem, e queiram participar, devem obter um ingresso ao custo de R$ 20,00.
FOTOS
ACIB ASSOCIADOS BENEFÍCIOS CALENDÁRIO EVENTOS NOTÍCIAS CONTATO
Copyright © | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS